Você sabe o que é SPAM?

A palavra spam está presente no cotidiano de todas pessoas que tem acesso a rede mundial de computadores e usa um correio eletrônico (e-mail) para se comunicar com outras pessoas. É difícil encontrar alguém que não tenha um (ou vários) endereço eletrônico e é normal que todos recebam o que se chama de “lixo eletrônico”, mensagens que chegam  até o endereço porque a pessoa se cadastrou em algum site para receber as novidades (newsletter) ou porque o remetente está realizando a malfadada prática denominada como spam.

Antes continuar vale a pena um pouquinho de história, não muita, pois não pretendo me tornar tão chato quanto receber spam(!). A parte mais interessante da história é que spam não é um acrônimo, mas sim originado de uma marca de presunto, isso mesmo uma marca de presunto condimentado americano.  Esse presunto é muito conhecido e em uma das cenas de um programa de televisão um  grupo de vikings está em uma taverna em que os pratos são todos preparados com SPAM® (com letras maiúsculas e marca registrada da Hormel Foods), no decorrer  da cena os vikings recitam inúmeras vezes um texto extremamente chato, repetindo a palavra SPAM® . A frase mais repetida é: “Spam spam spam spam. Lovely spam!”.

E a chatice da repetição foi relacionada ao recebimento de mensagens não solicitadas. Porém o primeiro envio de mensagens em massa e não solicitadas foi realizado pelos advogados Canter e Siegel. Entenda tudo sobre spam acessando o site http://antispam.br

De qualquer forma, ignorando sua etimologia e suas origens, evite enviar as mensagens em massa, pois é legalmente considerado crime. As mensagens conhecidas mundialmente como spam são identificadas pela sigla UCE (Unsolicited Commercial Email, ou Mensagem Comercial não Solicitada). Sendo a prática de spam considerada crime, os servidores de hospedagem de sites não toleram a prática e o envio dessas mensagens a um número de grande de destinatários com a intenção de divulgar produtos/serviços pode ser entendido como abuso e conseqüentemente o seu site será retirado do ar. Primeiramente o site é retirado do ar por extrapolar a quota de envio de e-mails permitida, havendo reincidência e freqüência, dependendo da decisão do Data Center, seu domínio pode ser banido do servidor e poderá entrar para as chamadas listas BAN, o que fará com que nenhum servidor aceite hospedar seu site, obrigando-o inclusive a mudar de domínio.

Portanto,  se mesmo assim você pretende fazer o envio dessas mensagens para divulgar sua empresa por e-mail marketing, contrate uma empresa para realizar este trabalho (existem inúmeras), pois eles usarão servidor próprio e não irão interferir no uso de seus recursos. Mas ainda que contrate uma empresa para fazer isso, procure usar apenas um mailing autorizado para evitar possíveis desconfortos com os destinatários.

Antes de mais nada deixo claro que não sou a favor da prática de spam, mas considerar essa prática como crime eu considero um pouco de exagero, basta fazer um comparativo com os milhões de propagandas impressas que recebemos diariamente nas ruas, por correio, jornais de supermercados, etc. Desconheço alguém que tenha se cadastrado no supermercado para receber em sua caixa de correio um jornalzinho com as ofertas da semana, não obstante, isso não é considerado crime. Porém se levarmos em consideração um assunto muito em alta e de real importância nos dias de hoje, a sustentabilidade, veremos que o tipo de propaganda não solicitada impressa é extremamente mais prejudicial do que as virtuais, pois geram um lixo enorme, desnecessário e de difícil decomposição, enquanto um e-mail marketing recebido que não nos interessa é facilmente eliminado com a tecla DEL.